Área: Ciências Humanas
Subárea: Educação
Estado: Bahia
Cidade: Vitória da Conquista
Escola: Escola Sesi Anísio Teixeira

Resumo: O estudo trata da investigação das modalidades de ensino híbrido, compreendendo a necessidade do Sistema Educacional Brasileiro, de acompanhar as transformações tecnológicas cotidianas ao seu público. O objetivo principal é explorar as vertentes didáticas do ensino híbrido. Os objetivos específicos são: incentivar o protagonismo do aluno no processo de aprendizagem, de modo que o professor seja evidenciado como mediador; observar mecanismos para ambientar o corpo docente à referida modalidade; mensurar e mapear os resultados da ressonância da pesquisa, a partir da aplicação do objeto de estudo. Justifica-se que o constante desenvolvimento tecnológico impacta na maneira de aprendizagem sendo, atualmente, instauradas como ferramentas de ensino, dinamizando a obtenção de conhecimento a partir do estudante, tornando-o assim o protagonista da sua aprendizagem, colocando a escola em uma posição de mediadora de informação, e não como total detentora da mesma. O estudo está pautado nos escritos de Mouran (1999), que trata da aplicabilidade do ensino híbrido, e a relação com os professores e de Bacich (2015), que exemplifica as diferentes modalidades do mesmo. A metodologia é quali-quantitativa, e possui seu locus de pesquisa na Escola Sesi Anísio Teixeira, onde serão feitas simulações na turma do 7º ano pelo componente curricular Matemática, com intuito de se obter ressonâncias da aplicabilidade das diversas modalidades de ensino híbrido, e seus resultados. Por fim, espera-se encontrar a melhor forma de introduzir o modelo de ensino híbrido de maneira ativa, sensível e satisfatória do objeto de no Sistema Educacional Brasileiro, através da prototipagem no locus da pesquisa.


Foto dos autores do projeto
Foto do projeto